Lágrimas negras é um bolero-son de 1929, com letras e música do compositor e cantor cubano Miguel Matamoros(1894 – 1971). É uma de suas canções mais conhecidas.

Canção Lágrimas Negras

Aunque tú me has echado en   el abandono Mesmo que tenhas me abandonado
aunque ya has muerto todas   mis ilusiones, E mataste todas as minhas ilusões,
en vez de maldecirte con   justo encono Em vez de te maldizer amargurado
en mis sueños te colmo de   bendiciones. Em meus sonhos te encho de bendições
Sufro la inmensa pena de   tu extravío Sofro a imensa pena do teu extravio
siento el dolor profundo   de tu partida Sinto a dor profunda de tua partida
y lloro sin que tú sepas que el llanto mío E choro sem que tu saibas que o pranto frio
tiene lágrimas negras como   mi vida. Tem lágrimas pretas como minha vida
Sufro la inmensa pena de   tu extravío Sofro a imensa pena do teu extravio
siento el dolor profundo   de tu partida Sinto a dor profunda de tua partida
y lloro sin que tú sepas   que el llanto mío E choro sem que tu saibas que o pranto frio
tiene lágrimas negras como   mi vida. Tem lágrimas pretas como minha vida
TU ME QUIERES DEJAR Tú quieres me deixar
YO NO QUIERO SUFRIR Eu não quero sofrer
CONTIGO ME VOY MI SANTA Contigo vou minha santa
AUNQUE ME CUESTE MORIR. Mesmo que me custe morrer
Pensándolo bien mi prieto Pensando bem meu nego
ya no me quiero morir Eu não quero morrer
yo quiero seguir viviendo Eu quero seguir vivendo
yo quiero verte sufrir. Eu quero te ver sofrer
TU ME QUIERES DEJAR … Tú quieres me deixar
Un jardinero de amor Um jardineiro do amor
siembra una flor y se vá, Semeia  flor e até mais
otro viene y la cultiva Outro vem e a cultiva
¿de cuál de los dos será? De qual dos dois será?
TU ME QUIERES DEJAR … Tú quieres me deixar

Tradução ALine Fagundes, nov 2013

Breve Resenha artista:

Miguel Matamoros foi um músico e compositor cubano, nascido em Santiago de Cuba no dia 8 de maio de 1894, morto no dia 5 de Abril de 1971. Teve uma grande contribuição ao desenvolvimento do son cubano, ritmo procedente das zonas rurais orientáis de Cuba.
O trio Matamoros
Em 1925, Miguel Matamoros funda em Santiago de Cuba, com Siro Rodríguez e Rafael Cueto a legendária e popular agrupação Trío Matamoros e realizam sua primeira gravação em disco em 1928.
Este grupo constitui uma referência obrigatória na história da música afro-cubana. O trío combinou magistralmente os géneros do bolero e do son e com essa forma de interpretar conseguiram grande populariade, tanto dentro como fora de Cuba. Como peça fundamental desta união do bolero e son surge o tema Lágrimas negras, que foi gravado em centenas de versões e foi um marco na história musical de Cuba e do Caribe.
O trío criou um listado de sucessos populares e dançáveis, tais como: Promesa, Dulce embeleso, Elíxir de la vida, El trío y el ciclón, La mujer de Antonio e Mamá son de la loma.
Pouco tempo depois, Miguel funda um grupo com sete músicos aos que denominou Septeto Matamoros e também dirige uma orquestra, se bem esta etapa musical não teve a mesma transcendência que o período do legendário trío.
Os Matamoros atuaram pela última vez para o povo de Cuba no mês de março de 1960, e logo depois retiraram-se.

Anuncios

Comenta aquí / Deixe seu comentário

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s